top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Mutirão de limpeza recolhe mais de 80 quilos da espécie exótica invasora Cipó-Chumbo

A ação foi realizada no dia 28 de março no Mangue do Sueste. O próximo mutirão será neste mês


Fotos: Victória Nascimento


A ação de preservação ambiental, no dia 28 de março, movimentou a Praia do Sueste, em Fernando de Noronha. No total foram 81,44kg da espécie Cuscuta americana, conhecida como Cipó-Chumbo, retirada da área do mangue. A ação contou com a participação de voluntários e da comunidade local.


O objetivo principal da mobilização foi combater a disseminação do cipó-chumbo, uma espécie invasora que apresenta uma ameaça à vegetação nativa da região. Essa planta parasita retira nutrientes de outras plantas, competindo com a flora local e comprometendo a biodiversidade dos ecossistemas.


“A presença do Cipó-chumbo em Fernando de Noronha é preocupante, pois além de parasitar outras espécies, compete por recursos e invade áreas que poderiam ser colonizadas por vegetações nativas, interferindo na cadeia ecológica dos ecossistemas”, alertou Rosana Camilo, pesquisadora de Flora e responsável pelo mutirão.


Todo o material recolhido foi descartado de maneira responsável, em parceria com a empresa de gestão de resíduos sólidos, Universo. Além da remoção manual da planta invasora, a ação promoveu educação ambiental, sensibilizando a comunidade sobre a preservação dos manguezais e da biodiversidade única de Fernando de Noronha.


O Abdiel Cruz, morador de Noronha, gostou de ter participado. “Não sabia da existência do Mangue. Foi muito bom ter compreendido que o cipó-chumbo se propaga com facilidade, prejudicando a flora nativa”, disse


A atividade de manejo também ensina identificar as espécies invasoras para que os moradores realizem o manejo nos próprios terrenos. “A Cipó-Chumbo é uma planta relativamente fácil de ser removida, e queremos que os moradores locais, estejam capacitados para executar essa tarefa em seus próprios terrenos, contribuindo assim para a preservação do ecossistema de Fernando de Noronha”, Destacou Camelo.


O próximo mutirão de fauna está marcado para o dia 26 de abril. A presença de todos é fundamental para conservação do meio ambiente.







Por Giselle Vasconcelos - comunicação ICMBio Noronha

e Bruna Machado - voluntária comunicação ICMBio Noronha






Comentários


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page