top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Primeiro Fórum Turismo de Noronha destaca a importância do meio ambiente para o setor

Evento reuniu o trade turístico da ilha e discutiu estratégias para alavancar o setor

Foto: Bruna Roveri


Nesta quinta-feira, 11, o ICMBio Noronha esteve presente no primeiro Fórum de Turismo da ilha, no Forte Nossa Senhora dos Remédios. Participaram as analistas ambientais Rossana Evangelista, Cintia Brazão e Carla Guaitanele, chefe do ICMBio Noronha. O evento, que reuniu o trade turístico da ilha, foi organizado pela Administração da ilha junto ao governo do Estado, com o objetivo de discutir estratégias para o fortalecimento do turismo de Noronha, setor responsável pela movimentação econômica local.


Dentro da programação, Carla mostrou dados sobre a retomada da visitação à ilha a partir de 2021, falou sobre os diferentes perfis dos visitantes que procuram Noronha e a importância do planejamento dos atrativos, principalmente dentro do Parque Nacional Marinho, que tem a gestão feita pelo ICMBio. “Os atrativos são pensados para atender os distintos tipos de visitantes que procuram Noronha, aqueles que preferem mais estrutura, como a existente no complexo Sancho, e outros que optam por trilhas como a do Capim Açu, que oportuniza outra forma de experiência". Carla também apresentou os principais tópicos das ações do Instituto previstas para 2023, como a revisão do plano de manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) e a abertura de 18 vagas para agentes temporários ambientais.


Meio ambiente em foco


Durante o Fórum, a questão ambiental esteve em diversas falas como ponto chave para o fortalecimento das atividades turísticas em Noronha. O superintendente de Turismo, Cultura e Esportes de Fernando de Noronha, André Portela, que conduziu os trabalhos, destacou o papel do ICMBio para o setor. “O turista vem à ilha buscando as belezas naturais que só existem aqui, por isso é importante a valorização do órgão que protege o meio ambiente da ilha.” Portela ressaltou ainda que Noronha é o futuro do turismo por estar alinhado aos objetivos da Organização Mundial do Turismo (OMT), como a promoção do turismo sustentável e responsável, que leva em conta os impactos ambientais, sociais e culturais das atividades turísticas.


Para o empresário local Auricélio Mourão é primordial a proteção do ambiente natural em Noronha. “As pessoas estão buscando cada vez mais o contato com a natureza e respirar ar mais puro que nas cidades, além de ter mais segurança. A ilha oferece todas essas experiências, por isso temos que lutar para manter esse paraíso natural”, ressalta. A opinião também é compartilhada pela integrante da Associação dos Bares e Restaurantes de Fernando de Noronha, Concita Veras, que considera primordial manter as ações de conservação. “Como visto aqui no Fórum, o interesse em nosso destino é a vivência no meio ambiente. Nesse sentido é importante dar atenção às questões ambientais, para que o turismo possa ser sustentável e criar o ambiente equilibrado que a ilha precisa”. Ailton Flor, presidente da Associação de Hospedaria Domiciliares de Fernando de Noronha, destaca que oferecer um ambiente conservado aos visitantes é proporcionar a mesma experiência que os moradores locais tem diariamente.


As ações de Educação Ambiental também foram destacadas pelo público, como Gustavo Longman, sócio do Forte Noronha que considera vital para a ilha manter o foco no ambiental. “Acho que temos que continuar com os trabalhos de conservação e entender que Noronha não será um destino de volume, mas qualitativo. É preciso focar em ações de educação ambiental, como palestras, simpósios e movimentar esses eventos na ilha”, considera o empresário.


O evento contou com a participação da administradora da ilha, Thallyta Figuerôa, representantes do trade turístico local, autoridades, gestores de companhias aéreas e demais convidados.


Por Sabrina Stieler - voluntária comunicação ICMBio Noronha








Comments


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page