top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Parque Nacional Marinho de Noronha terá primeira turma de agentes ambientais como guarda-vidas

Curso de formação dos agentes temporários ambientais que atuarão nas praias do Parque é uma parceria com o Corpo de Bombeiros - Seção Noronha.


Foto: Clarissa Paiva

Último módulo do treinamento de guarda-vidas começou na manhã desta segunda, 13.

11 agentes ambientais do ICMBio Noronha, todos moradores da Ilha, formam a primeira turma do ICMBio em treinamento de guarda-vidas para atuarem no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Em outros parques nacionais do Brasil há o reforço de guarda-vidas, mas não do próprio efetivo da unidade. Esta é a primeira vez em que o próprio órgão forma agentes ambientais para a função.


O feito é uma conquista da instituição que atende a uma reivindicação da própria comunidade ilhéu; o que é destacado pela chefe do ICMBio Noronha, Lílian Hangae: “Mais do que eles conhecerem o mar da Ilha, eles também conhecem a comunidade, e fazem o elo de ligação, trazendo informações importantes para a melhoria na gestão das unidades de conservação”.


A segunda fase do curso de guarda-vidas acontece de 13 a 22 deste mês. Nos dias 23 e 24 os 11 agentes serão avaliados pela Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa): “Eles passarão por desafios e serão levados ao máximo pessoal e físico, para que conheçam as dificuldades de ser um guarda-vidas e para que sejam tabuladas as condições de exercer ou não a sua atividade” – explica o Capitão Carlos Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros – seção Fernando de Noronha. Cap. Carlos também opinou que observa a formação da equipe como “algo muito positivo, porque assim se amplia a ação do Corpo de Bombeiros em todas as áreas do Arquipélago.” Ele destaca ainda que o maior ganho é a preservação de vidas: “Nós trabalharemos juntos, já que eles estarão com conhecimento das atitudes do Corpo de Bombeiros nessas ações, e realizarão ações semelhantes.”

Foto: Lucas Lima

Primeiros-socorros e salvamento aquático básico e avançado estão entre as disciplinas do curso.

Os agentes ambientais já estão em atuação de forma educativa nas praias do Sancho, Leão e Baía dos Porcos, que diariamente recebem centenas de turistas. Nesta etapa do curso, eles passarão por aulas primeiros socorros, educação física, salvamento aquático básico (utilizando apenas nadadeiras) e salvamento aquático avançado (utilizando o restante dos materiais de apoio, como embarcações e pranchões). Todas as instruções serão realizadas na área do Parque e no mar de dentro, considerando a semana de lua nova e amplitude de maré de 2.6m (condições de mar que exigem atenção redobrada).



REFORÇO - Desde a assinatura do Acordo de Gestão Integrada de Fernando de Noronha, em fevereiro deste ano, o ICMBio passou a ampliar a sua equipe, com seleções focadas na comunidade local e objetivo de aumentar a sua presença no mar. Pelo acordo, toda a área marítima é de responsabilidade do ICMBio, que atua junto à marinha do Brasil e outros órgãos como a Polícia Federal na gestão de áreas de embarque e desembarque, como o Porto de Santo Antônio.


Por Clarissa Paiva - comunicação ICMBio Noronha





Comentarios


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page