top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Monitoramento acústico é usado para identificação de ave ameaçada de extinção

Um novo recurso está sendo utilizado para identificar a pardela-de-asa-larga (Puffinus lherminieri) nas ilhas de Fernando de Noronha.


Foto: Lucas Penna

Na última quinta-feira (19), foi iniciada mais uma etapa da pesquisa científica para monitoramento acústico. O objetivo principal é verificar a presença da espécie ao longo do ano e quantificar o seu comportamento em períodos reprodutivos.


Para isso, foram instalados dois gravadores acústicos para capturar a vocalização dos indivíduos, um na Ilha do Leão e outro na Ilha da Viuvinha. Os equipamentos vão permanecer em gravação diariamente, até o segundo semestre de 2023.


A pardela-de-asa-larga é considerada ameaçada de extinção no país e é altamente restrita no arquipélago de Fernando de Noronha. “As ilhas que abrigam suas colônias estão inseridas no Parque Nacional Marinho e possuem difícil acesso, em função do mar agitado em quase todos os meses. Por isso, o monitoramento acústico é uma metodologia eficiente, inovadora e não-invasiva para aumentar o conhecimento sobre esta espécie”, explica o pesquisador Lucas Penna.


O projeto é coordenado pelo Projeto Aves de Noronha (@avesdenoronha), em parceria com o CEMAVE (@icmbio.cemave), o ICMBio Noronha (@icmbionoronha) e a Log Nature (@log_nature).


Texto: Lucas Penna


Confira a galeria de fotos:

Fotos: Lucas Penna, João Victor e Rihel Venuto



Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page