top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Encontro com Ministério Público Estadual debate soluções para vegetação invasora em Noronha

Órgãos ambientais debatem plano de trabalho integrado para o manejo de exóticas


Foto: Ipa.

Na tarde desta quarta-feira (12), os órgãos ambientais da Ilha (ICMBio, Administração Distrital, Instituto Agronômico de Pernambuco - Ipa e Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH) estiveram reunidos com o promotor público Ivo Lima, para debater soluções para a problemática da vegetação exótica na Ilha. O Ministério Público Estadual tem um procedimento em aberto para acompanhamento do assunto, e propôs aos envolvidos a elaboração de um plano de trabalho integrado.


O controle da Leucena (conhecida como linhaça) é o maior foco do plano, mas pelo menos 15 espécies invasoras deverão ser trabalhadas. No dia 26 deste mês haverá uma nova reunião entre o ICMBio e a Gestão Ambiental da Ilha. Já o Ipa também deverá apresentar em um mês uma proposta alinhada com o plano conjunto.


Ações do ICMBio


O manejo da vegetação exótica é um dos passos realizados no processo da restauração ecológica, que prevê ainda a combinação de diferentes métodos de reintrodução de plantas nativas à ilha, como a semeadura direta e a estaquia.


O ICMBio Noronha atua diretamente no manejo de espécies exóticas invasoras da flora, realizando ações que unem pesquisa, comunidade e conservação. Além do controle da Leucena, uma das atividades recorrentes é o manejo da Pistia stratiotes, popularmente conhecida como alface d'água, através de mutirões no açude do Xaréu e no mangue da Baía do Sueste – único mangue em ilha oceânica de todo o atlântico sul.


Conheça mais sobre o assunto em nossos materiais


Vídeo sobre restauração ecológica: clique aqui


Vídeo sobre plantas invasoras: clique aqui

Vocabulário Ambiental


Espécie exótica: espécies que não chegaram naturalmente no ambiente, ou seja, que foram introduzidas pelo ser humano de forma voluntária ou involuntária.


Espécie invasora: as espécies invasoras são aquelas que chegaram em um local, de forma natural ou artificial, e com o tempo passaram a se proliferar de maneira não equilibrada. Em razão disso, são uma grande ameaça à biodiversidade.









Commentaires


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page