• ICMBio Noronha

Atividade conjunta faz testes para monitoramento da baía do sueste


Pesquisadores e fotógrafos parceiros realizaram atividade de teste de visibilidade na Baía do Sueste. O resultado irá compor relatório com indicação de medidas mitigadoras de acidentes envolvendo tubarões.





Fotos: Clarissa Paiva

Sueste


Há quase 03 meses em monitoramento, a Baía do Sueste – um dos ambientes mais propícios para avistamento de vida marinha em Noronha – vem passando por mudanças na visitação.

Na sexta-feira, 17, uma atividade conjunta entre pesquisadores e os fotógrafos parceiros Zaira Matheus e Fábio Borges foi realizada na baia envolvendo mergulho scuba, levantamento de drone, caiaque e monitoramento de superfície.


A pesquisadora Sibele Mendonça, doutora em biologia marinha pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), tem coordenado o monitoramento da baía junto à equipe de Pesquisa do ICMBio Noronha e com o apoio dos condutores de visitantes que atuam no Sueste e contam com larga experiência no local.


Desde o dia 28 de março o mergulho livre passou a ser permitido somente em dias de baixa turbidez da água. Outras medias também já foram estabelecidas, como uso de boia após o grupo de mergulhadores; e número mínimo de quatro pessoas por grupo (o mergulho individual, em dupla ou trio não é mais permitido).

Também está sendo providenciado para os visitantes um vídeo que resume todas as orientações e informações sobre a baía, alertando sobre o risco do mergulho em ambientes selvagens.




Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha